Jovens Pombalenses associam-se a greve mundial em defesa do ambiente

Por: Rita Ribeiro
15-03-2019


Com o “objetivo de chamar à atenção do Governo e de quem tem algum poder” para exigir medidas e ações concretas contra as alterações climáticas, cerca de meia centena de jovens pombalenses associaram-se hoje, 15 de Março, à greve mundial das escolas em defesa do ambiente.

Numa primeira fase em frente ao edifício da Câmara de Pombal e posteriormente no jardim do Cardal, alunos da Escola Secundária de Pombal e da Escola Gualdim Pais erguiam cartazes onde se poderiam ler mensagens como “Save the world, sabe the future”, “There is no planet B” e “Queremos viver”.

Para Martim Gomes, jovem estudante do Agrupamento de Escolas Gualdim Pais, em Pombal “não houve uma adesão muito grande”, no entanto “vieram mais pessoas do que estávamos à espera”.

O movimento teve início em agosto do passado ano quando Creta Thunberg, uma jovem de 16 anos, decidiu faltar a um dia de aulas para ir sentar-se à porta do Parlamento sueco, segurando um cartaz onde se lia “Greve Escolar pelo Clima”. Desde então que a adolescente repete a ação todas sexta-feiras, empenho que levou a que o movimento se repercutisse mundialmente.

Publicidade
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
  • MyPassion
Relacionadas
Informação útil
Pombal

16º
19º 16º

Qua.

18º17º

Qui.

18º16º

Sex.

18º16º

Sab.

18º17º

Publicidade
Últimas