Diogo Mateus reclama compromisso para os cuidados de saúde primários

Por: Marta Botas
12-11-2020


O presidente da Câmara Municipal de Pombal reclamou ontem, dia11, um compromisso para os cuidados de saúde primários e considerou que se tal não for feito o concelho de Pombal acentuará ainda mais o atraso nesta área.

“Se as condições do Serviço Nacional de Saúde (SNS) há muito constituem preocupação para a generalidade dos autarcas e, em particular, para as juntas de freguesia, parece ter chegado a hora de definitivamente nos envolvermos na redefinição da rede de cuidados de saúde primários e de concebermos uma solução fiel aos princípios do SNS”, começou por dizer Diogo Mateus num discurso durante a cerimónia do Dia do Município.

Para o autarca, a solução ideal deverá respeitar “o atual quadro legislativo” e, ao mesmo tempo, ser “capaz de responder às exigências qualitativas e quantitativas que os cidadãos procuram”, designadamente “proximidade, acessibilidade, disponibilidade, fiabilidade, quadros médicos e técnicos mobilizados e devidamente equipados em instalações e meios”, bem como horários alargados, entre outros aspetos.

Defendendo que este deve ser “um compromisso de médio longo prazo, que, após a respetiva discussão e decisão, seja executado por quem quer que seja ou venha a ser o executivo municipal”, Diogo Mateus prevê que “se não o soubermos fazer, Pombal acentuará o seu atraso nos cuidados de saúde primários, perderá oportunidades, não está na linha da frente na captação de clínicos e técnicos, não aproveitará fundos, eternizará as diferenças existentes entre unidades de saúde familiar e unidades de cuidados de saúde personalizados, e não estará ao nível das preocupações e desejos legítimos dos pombalenses”.

O presidente da Câmara Municipal de Pombal apelou ainda para que de lado fiquem as “tricas partidárias mesquinhas e irrelevantes” e se assumam “prioridades e compromissos”, em prol da população.

A cerimónia do Dia do Município de Pombal incluiu o descerramento de uma placa no Jardim do Cardal, em homenagem a todos que os que se têm empenhado no combate à pandemia de covid-19 naquele que é o concelho do distrito de Leiria com mais óbitos por consequência do novo coronavírus (14).

Publicidade
Últimas