ANAFRE Leriria exige a contratação de mais assistentes técnicos e operacionais para as extensões de saúde

Por: Marta Botas
23-10-2020


A Delegação Distrital de Leiria da ANAFRE reuniu no passado dia 20 de Outubro na freguesia do Bárrio, no concelho de Alcobaça, e aprovou por unanimidade uma moção que defende a reabertura das extensões de saúde encerradas e a contratação de mais assistentes operacionais e técnicos.

Os autarcas alertaram ainda para a importância de ser acautelado o planeamento de substituição dos recursos humanos para os centros de saúde do distrito de Leiria.

A moção foi enviada à Ministra da Saúde, ao Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, à Presidente da ARS Centro e aos Diretores Executivos do ACeS Pinhal Litoral, ACeS Pinhal Interior Norte, e ACeS Oeste Norte.

Numa nota enviada à PombalTV na sequência da aprovação da moção, Pedro Pimpão, presidente da Junta de Freguesia de Pombal e Coordenador da Delegação Distrital de Leiria da ANAFRE, esclarece que “esta tomada de posição surge no seguimento dos graves problemas de funcionamento que existem ao nível das extensões de saúde, sentidos nos vários concelhos do distrito de Leiria, atendendo à falta de profissionais de saúde e à necessidade de reorganização dos serviços e dos recursos existentes”.

Numa altura em que Portugal e o mundo enfrentam uma pandemia, a delegação distrital de Leiria da ANAFRE considera que “é ainda mais importante garantir o funcionamento adequado das extensões de saúde, para evitar deslocações desnecessárias e prolongadas dos utentes”.

Sendo os assistentes técnicos o primeiro contato dos utentes com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e os assistentes operacionais fundamentais para a higienização e limpeza dos espaços, a nota salienta que “a falta destes recursos humanos condiciona, frequentemente, a abertura e funcionamento de polos mais pequenos” e que estes profissionais estão “em numero manifestamente insuficiente nas unidades de saúde”.

Realçando que “os médicos e todos os outros profissionais de saúde têm direito a períodos de baixa, licenças, férias ou outras ausências que não estão a ser devidamente acauteladas com o respetivo planeamento de substituição dos referidos profissionais, o que leva nestes casos ao encerramento de unidades de saúde, privando os cidadãos ao direito à saúde”, a delegação regional de Leiria da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) pede aos dirigentes do Agrupamento dos Centros de Saúde do ACeS Pinhal Litoral, ACeS Pinhal Interior Norte, e ACeS Oeste Norte e ao Governo que garantam “a disponibilidade de um quadro clínico que assegure o funcionamento pleno das extensões de saúde” e solicita ao Ministério da Saúde “que sejam abertos, com carácter de urgência, mais concursos para a contratação de Assistentes Técnicos e Assistentes Operacionais, assim como, exigir a reabertura das unidades de saúde do distrito de Leiria”.

Publicidade
Últimas