Crianças do Louriçal solidárias com famílias carenciadas da freguesia

Por: Patrícia Ribeiro
01-07-2020


A pandemia do Covid-19 não trouxe apenas coisas más. Fez também despertar consciências e sensibilidades para as questões sociais, inclusive por parte das camadas mais jovens da sociedade.

Prova disso é o projeto solidário desenvolvido por um grupo de 20 alunos do 4ºD da EB1 do Louriçal, que, consciente das dificuldades financeiras de muitas famílias da freguesia, agora agravadas pela pandemia do Covid-19, decidiu meter 'mãos à obra' para ajudar quem mais mais precisa.

Empolgados pelo apoio dado, desde o início, pela professora e respectivos pais, as crianças, de 9 e 10 anos de idade, procederam à angariação de dinheiro junto da comunidade, através da venda solidária de várias coisas, de cujas ações resultou a quantia de 765 euros. Dinheiro que, posteriormente e após conversações com o presidente da Junta de Freguesia local, resolveram aplicar na aquisição de bens alimentares e de higiene, de primeira necessidade, para distribuir pelas famílias mais necessitadas da freguesia.

"Eles vieram ter comigo e pedir a minha opinião sobre qual o melhor destino a dar ao dinheiro que conseguiram angariar nas várias iniciativas que foram realizando e eu falei-lhes no projecto do nosso Gabinete de Ação Social (GEAS), uma comissão de acompanhamento de pessoas com dificuldades, que abrange não só a freguesia do Louriçal, mas também do Carriço e Almagreira. O entendimento a que chegámos foi, pois, com esse dinheiro, ir junto de um estabelecimento comercial local e comprar bens alimentares indispensáveis no dia-a-dia e com maior prazo de validade, como arroz, massas, leite, atum, cereais, etc, mas também artigos de higiene, para depois, através do GEAS, oferecer a quem mais precisa", explicou, em declarações à Pombal TV, o presidente da Junta de Freguesia do Louriçal, José Manuel Marques, adiantando que tais bens foram entregues ao GEAS em cerimónia realizada na passada quarta-feira (24 de junho), na Praça Joaquim Silva Cardoso, no Louriçal.

"Foi uma cerimónia simples mas muito simbólica, que juntou representantes do GEAS, as técnicas Catarina Silva e Aurora Maia, a professora adjunta de direção do Agrupamento de Escolas de Pombal, Fernanda Duarte, a professora titular de turma, Ondina Cintra, pais e alunos, todos de máscara e mantendo as devidas distâncias de segurança", ressalvou.

Um gesto solidário que o autarca não se cansou de elogiar, não só pelo contributo que veio dar ao Gabinete de Ação Social, que, quinzenalmente, procede à distribuição de cabazes alimentares pelas famílias mais necessitadas das três referidas freguesias, mas, sobretudo, por demonstrar, por parte dos mais novos, um grande espírito de iniciativa e vontade de ajudar o próximo.

"Sem dúvida, um gesto muito bonito e um bom princípio para estas crianças que, com apenas 9 e 10 anos, demonstram ter já uma grande maturidade e preocupação em ajudar os outros. Ficam com uma grande experiência em termos de partilha e de valores", enalteceu José Manuel Marques, agradecendo a generosa oferta.

Fotografia: Elisa Costa

Publicidade
Últimas