Município de Pombal adota medidas extraordinárias para prevenir pandemia do novo Covid-19

Por: Patrícia Ribeiro
19-03-2020


Face à pandemia do novo Coronavírus, também designado Covid-19, os municípios do país viram-se obrigados a adotar medidas extraordinárias e de carácter urgente de resposta à situação epidemiológica que se vive, atualmente, em todo o mundo.

Em Pombal, não foi excepção, e depois de, a 10 de março, já ter aprovado e implementado o Plano de Contingência Interno para trabalhadores e instalações municipais, a Câmara Municipal determinou agora a necessidade de, face à declaração do estado de alerta nacional, reforçar as medidas de prevenção adotadas, com base nas orientações da Direção Geral de Saúde, no sentido de "salvaguardar a proteção da integridade física e psíquica de todos os colaboradores do Município, bem como de todos os munícipes", lê-se numa Circular emitida, a 16 de Março, pela autarquia.

Assim, e após a identificação dos serviços considerados necessários e essenciais ao funcionamento do Município, foram decretados: o encerramento do atendimento presencial no Edifício Manuel Henriques; a regulação dos termos de atendimento e espera no Edifício dos Paços do Concelho e no Edifício dos Serviços Técnicos; adoção da metodologia proposta pela Agência de Modernização Administrativa quanto ao funcionamento e zona de espera na Loja do Cidadão, dotando-a de espaço exterior coberto; disponibilização de linhas diretas de contato para vários serviços municipais, bem como de atendimento via Skype, Whatsapp e reforço do atendimento via Webchat no portal do Município; reforço da higienização e limpeza das salas de espera, postos de trabalho, equipamentos e das três zonas de atendimento; adoção de medidas de aumento da distância física entre funcionários e munícipes no atendimento presencial.

No que toca aos colaboradores, foi adotado o registo facial para controlo da sua assiduidade; suspensas as ações de formação; reforçada a higienização dos carros de recolha de resíduos sólidos urbanos no final de cada turno, etc.

No âmbito das medidas adotadas, foram também encerrados ao público vários equipamentos e serviços municipais, nomeadamente a biblioteca municipal, auditório municipal, Teatro Cine, equipamentos desportivos, museus, arquivo municipal, castelo, assim como as feiras semanais e todos os mercados de levante, feira mensal de velharias, mercado dos agricultores, parques infantis e equipamentos de manutenção.

Já o Mercado Municipal de Pombal continuará a funcionar, mas com várias restrições, sendo que só poderão permanecer 15 utentes em simultâneo na zona de verduras, panificação, flores e frutas, e 6 no mercado do peixe. A higienização e limpeza do recinto do Mercado e sua envolvente também foram reforçadas, o mesmo acontecendo com a Rede de Pombus, através da intervenção, hora a hora, em cada veículo.

No mesmo documento, a autarquia dá conta de que foram também suspensos todos os eventos públicos da sua responsabilidade, tendo sensibilizado, nesse mesmo sentido, as Juntas de Freguesia, clubes desportivos e demais coletividades do concelho. Decretou, ainda, o cancelamento das autorizações de cedência de autocarros a quaisquer entidades.

A manutenção do serviço de alimentação nas escolas do Ensino Básico aos alunos beneficiários do escalão A da Ação Social Escolar; a criação de uma linha de apoio psicossocial; a entrega de cabazes com bens alimentares ao domicílio a famílias carenciadas; a disponibilização da Residência de Estudantes para apoio a pessoal de saúde e forças de segurança; o apoio ao funcionamento das escolas com refeições e acolhimento de filhos de pessoal hospitalar e emergência; a instalação de tendas no exterior da farmácia de serviço e outra para zona de espera junto ao Centro de Saúde de Pombal, foram outras das medidas implementadas pela Câmara Municipal neste período crítico de pandemia em que tanto se apela ao isolamento social. Tendo, por isso, também sido criado um Gabinete de Crise, que se encontra instalado na sala anexa do salão nobre do Edifício dos Paços do Concelho, para "gestão e monitorização do Plano de Contingência de âmbito municipal e a monitorização da Situação de Alerta".

Na referida Circular, que poderá ser consultada, na íntegra, em www.cm-pombal.pt, o Município de Pombal dá ainda conta de que, até à data, não há registo de quaisquer casos de contaminação pelo Coronavírus entre os colaboradores da Câmara Municipal, e de que, "poderão ser adotadas medidas complementares, em devido tempo, de acordo com o que se considere necessário e útil".

Termina, recomendando a "adoção de todas as medidas de proteção individual, higiene e distanciamento social, propostas pelas autoridades de saúde pública", apelando à "compreensão e empenho de todos para a salvaguarda das melhores condições de saúde e a proteção da população mais vulnerável e de maior risco", e expressando o seu "agradecimento" e "a maior solidariedade" a todos os colaboradores e empresários que mantêm os estabelecimentos de abastecimento público em funcionamento para que seja assegurado "o fornecimento alimentar das famílias e a manutenção da normalidade possível". Um agradecimento que estende também a todas as unidades industriais e pessoal de logística de transporte, sem esquecer todos os profissionais de saúde que "têm assegurado a normalidade dos serviços de saúde e hospitalares e acompahado toda a população pombalense".

Publicidade
Últimas