Prisão para três homens que assaltavam casas na Região Centro

Por: Patrícia Ribeiro
03-12-2019


Três homens foram condenados a 17, 16 e 14 anos e meio de prisão, respetivamente, pela prática dos crimes de roubo, homicídio e sequestro agravado, ocorridos em residências situadas em cinco concelhos da Região Centro, entre os quais Pombal. Concelho onde uma mulher, de 85 anos, acabou mesmo por vir a falecer após ter sido violentamente agredida em casa pelos assaltantes.

O julgamente decorreu esta segunda-feira (dia 2)  no Tribunal de Leiria, que decidiu ainda absolver dois outros arguidos pertencentes ao mesmo grupo, mas ausentes do julgamento, por considerar que "não se fez prova" do seu envolvimento nos crimes.

Já relativamente aos três indivíduos agora condenados, o coletivo de juízes deu como provado, quer através de "vestígios deixados no local" ou de "intersecções telefónicas", o seu envolvimento em, pelo menos, dois assaltos cada um. Tendo as penas sido atribuídas de acordo com os antecedentes criminais de cada um, conforme justificou em Tribunal a juíza presidente.

Todas as penas foram resultado de cúmulo jurídico, já que os crimes de sequestro agravado e roubo agravado na sequência da morte de uma das pessoas assaltadas resultavam em condenações superiores a 36 anos, o que ultrapassa o limite legal estabelecido em Portugal.

Recorde-se que quatro destes cinco indivíduos foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) do Centro em setembro de 2018, por crimes praticados, desde fevereiro desse ano, também nos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Figueira da Foz e Coimbra.

Fonte da PJ adiantou na altura que também tinha sido detido, em flagrante delito, um quinto elemento, suspeito de integrar o mesmo grupo.

Publicidade
Últimas