Feira Nacional da Floresta: Autarquia revela “intenção” de criar escola de ciências agro-industriais e florestais

Por: PombalTV
25-05-2018


A segunda edição da Feira Nacional da Floresta reuniu em Pombal, entre 18 e 20 de maio, as fileiras da floresta, e onde o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, e o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, participaram na sessão ‘O papel da floresta para a descarbonização em Portugal’.

O presidente da Câmara de Pombal anunciou, durante a sessão de abertura do evento, na sexta-feira, a 18 de maio, a intenção política do Município desenvolver um novo estudo para a criação da Escola Superior de Ciências Agro-Industriais e Florestais, no concelho, procurando integrá-lo no âmbito do Instituto Politécnico de Leiria, com quem vai reunir muito brevemente apresentado a proposta.

Com este projecto pretendem-se definir novas abordagens para os modelos de desenvolvimento local, adequados às novas condições e exigências individuais do território e dos mercados internacionais, assumindo- se um plano moderno, versátil, aberto a alunos de todo o mundo, exigente, jovem, ambicioso e com uma participação ativa das empresas e dos investidores agro-industriais e florestais, da indústria da madeira, resina e investigação, referiu o autarca.

Diogo Mateus garante que o município está empenhado no desenvolvimento do setor florestal do país, assumindo cada vez mais o objetivo de promover a defesa da Floresta, não só pelo património em si, mas pelo contributo que esta dá ao país a à economia.

A criação desta escola superior vem no seguimento de um trabalho com mais de uma década, e que propõe olhar para a importância da floresta, frisou o edil, destacando a criação das Brigadas Autárquicas de Voluntários, constituídas por quase 200 voluntários que têm desenvolvido a missão de vigia, de prevenção e de protecção da floresta, que ocupa mais de 60 por cento do território pombalense.

A pensar no avanço da estratégia de defesa, ordenamento e preservação da nossa floresta que  a autarquia apresentou ao Governo a intenção e a disponibilização do concelho de Pombal para acolher uma Central de Biomassa Florestal, que permita melhorar os níveis de manutenção florestal, apoio à silvicultura e produção energética limpa e ambientalmente sustentável, revelou o autarca, garantindo que o município, continua empenhado em contribuir para o desenvolvimento do sector florestal do país.

Para o presidente do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Rogério Rodrigues, foram “três ou quatro décadas de má gestão do território que vieram fazer com que este mesmo território não seja tão resiliente”, pelo que se impõem “novos desafios” que passam pela “gestão florestal e pela gestão das áreas silvícolas, mas acima de tudo pela gestão de todas as áreas do território”, com vista à “redução de riscos de incêndios, mas também das pragas e doenças que com as alterações climáticas se desenvolvem e prejudicam o mundo da nossa floresta”.

Publicidade
Últimas